Banner
   
Tamanho Texto

Busca

Tempos de anjos silenciosos e silenciados

Share

Curitiba Cia de Dança apresenta coreografia sobre a precariedade das relações humanas, o desamparo e a solidão no contexto tecnológico

Quando Se Calam os Anjos - Willian Abin 1Um dos principais temas do 16° Festival de Dança de Londrina é a manipulação de informações no universo virtual e suas consequências nefastas no plano individual e coletivo. A atração da noite desta sexta-feira (12) mergulha no centro desta questão. “Quando se calam os anjos”, da Curitiba Cia de Dança, transporta para o palco questões cênicas e dramatúrgicas que realçam um universo pós-moderno no qual o humano chega à falência, no qual os encontros são marcados pelo descaso e desprezo para com o outro. A apresentação única ocorre às 20 horas no Teatro Ouro Verde, com ingressos a R$10 e 5 (meia-entrada), disponíveis nos três pontos de venda do Festival: Funcart, Loja Shop Ballet (em horário comercial) e na bilheteria do Teatro Ouro Verde (a partir das 16 horas). A classificação indicativa é de 16 anos.

Obra da Curitiba Cia de Dança com coreografia de Airton Rodrigues, “Quando se calam os Anjos” tem cenas criadas e recriadas num jogo de luz, sons e movimentos, e a dramaturgia se constrói tendo como ingredientes a inquietude, a ironia, a sensualidade e a fisicalidade dos corpos poéticos desta jovem companhia, fundada em 2013. Nicole Vanoni, diretora artística do grupo e também bailarina do espetáculo, comenta que a obra partiu da indignação com a indiferença frente à violência impregnada na sociedade e o sentimento de impotência que, de certa forma, nos exime da responsabilidade por este estado de coisas. O espetáculo traduz essa angústia, essa incapacidade de lidar e resolver questões nada sutis da vida moderna.

Além do movimento bastante autoral desenhado na coreografia de Airton Rodrigues, destaca-se na montagem a construção visual, com o uso de telas de smartphones e espectros holográficos em contraste com o figurino em tons terrosos e nudes, que imitam a pele.

Quando Se Calam os Anjos - Willian Abin 2A companhia - A Curitiba Cia de Dança foi criada em 2013 por Nicole Vanoni e um grupo de artistas de origem e experiências diferenciadas, que se aglutinam ao redor da ideia de experimentação, pesquisa e criação em dança contemporânea, e na diversidade de experiências com coreógrafos diferentes. A primeira obra coreográfica da Cia, “A Lenda das Cataratas”, com concepção de Rafael Zago, surgiu em 2014 e participou de festivais no Brasil e no exterior. Estreando no segundo semestre de 2017, “Memória de Brinquedo”, uma vitoriosa parceria entre a companhia e o renomado coreógrafo brasileiro Luiz Fernando Bongiovanni, veio mais uma vez retratar as preocupações e provocar o espectador em relação ao mundo moderno e tecnológico. No segundo semestre de 2018, o grupo estreou o espetáculo “Cirandas”, baseado nas cirandas de Villa-Lobos, em uma turné pelo oeste do Estado do Paraná.

Serviço:
Quando se calam os anjos
Curitiba Cia de Dança
(Curitiba-PR)
Dia: 12 de outubro (sexta-feira)
Horário: 20 horas
Local: Teatro Ouro Verde (R. Maranhão, 85)
Duração: 40 minutos
Classificação indicativa: 16 anos
Ingressos: R$10 e R$5 (meia-entrada)

Quando Se Calam os Anjos - Willian Abin 3Pontos de venda:
Secretaria da Funcart
Rua Senador Souza Naves, 2380
Fone: (43) 3342-2362
Horário de funcionamento: de segunda a sexta, das 9h30 às 11h30 e das 13 às 19 horas

Loja Shop Ballet
Rua Pio XII, 64 - loja 3
Fone: (43) 3323-4717
Horário de funcionamento: de segunda a sexta, das 9 às 18 horas, e aos sábados, das 9 horas ao meio-dia

Teatro Ouro Verde (bilheteria)
Rua Maranhão, 85
Fone: (43) 3322-6381
Horário de funcionamento: das 16 horas até o início do espetáculo

Ficha Técnica:
Direção Geral e Concepção: Nicole Vanoni
Coreografias: Airton Rodrigues
Assistente de Direção e Coordenação de Palco: Claudio Fontan
Ensaiadora: Eunice Oliveira e Claudio Fontan
Elenco/Curitiba Cia de Dança:  Ane Adade, Danilo Silvestre, Davi Lopes, Hamilton Félix, Jaruam Miguez, Leonardo Silveira, Marcela Pinho, Nayara Santos, Nicole Vanoni, Patrich Lorenzetti, Rubens Vital, Tatiana Araújo.
Estagiário: Mario Gilberto
Trilha Sonora: Raul Arcangelo
Figurino: Paulinho Maia
Projeto de Luz: Osvaldo Gazotti
Operação de Luz: Fabia Regina
Professora de Ballet: Viviane Cecconello
Fotos e Vídeos: Willian Abbin
Produção: Bia Reiner
Realização: Curitiba Cia de Dança e AADC – Amigos e Apoiadores da Dança de Curitiba

Informações gerais sobre o Festival de Dança de Londrina 2018:
Mostra local: 6 de outubro de 2018
Mostra oficial: 8 a 14 de outubro de 2018
Programação no site:
www.festivaldedancadelondrina.art.br
Informações: (43) 3342-2362

O Festival de Dança de Londrina tem patrocínio da Secretaria Municipal de Cultura de Londrina, por meio do PROMIC (Programa Municipal de Incentivo à Cultura). O evento é uma realização da APD (Associação dos Profissionais de Dança de Londrina e Região Norte do Paraná), com apoio institucional da Funcart e da Casa de Cultura da Universidade Estadual de Londrina. Apoios: Pro-Helvetia (Fundação Suíça para a Cultura, apoio outorgado dentro do programa COINCIDÊNCIA – Intercâmbios culturais Suíça e América do Sul);  Loja Shop Ballet; Rádio UEL FM e Portal Duo.

Fotos: Willian Abin

Acesso Fácil

Menu Principal

Quem está Online?

Nós temos 2908 visitantes

Núcleo de Comunicação

Banner
Banner